Primeiros passinhos

Quando os conhecemos, nossos brigadeirinhos engatinhavam há um bom tempo, já ficavam em pé apoiados em alguma coisa e andavam com as mãos dadas a um adulto. Mas ainda não davam passinhos sozinhos.

Nós nunca saberemos se eles demoraram um pouco mais que a maioria das crianças que conhecemos porque são prematuros, por um possível uso de drogas ou álcool durante a gravidez, porque foram pouco estimulados durante o abrigamento ou porque esse é o tempo deles. Muitos coleguinhas do abrigo com a mesma idade ou um pouco mais velhos ainda não andavam e também tinham histórico parecido com o deles.

Depois de uns dias em casa, eles começaram a caminhar sozinhos. No início eram poucos passinhos (dois ou três), com bastante ajuda: um de nós segurava em pé e o outro chamava, estendendo os braços. Em 10 dias, começaram a dar passinhos sozinhos, cada vez atravessando distâncias mais longas! Eles ainda não andam oficialmente, mas já conseguem levantar do chão sem se apoiar e já andam de um lado para o outro sozinhos! É uma delícia ficar olhando os primeiros passinhos e eles ficam super orgulhosos quando percebem que fizeram o percurso que queriam sem cair no chão. Estou muito feliz de estar de licença maternidade bem nessa época porque posso acompanhar de perto essa conquista dos nossos filhos.

Anúncios
Etiquetado , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: