TV?

Andei lendo muitos textos falando sobre os malefícios do excesso da televisão no desenvolvimento das crianças, sobre como reduzir o tempo de exposição das crianças à televisão, sobre dicas de atividades que os pais podem fazer para entreter seus pequenos enquanto a televisão fica desligada, e sobre o quão difícil esse processo de desconexão da televisão deve ser.

Gente.

Na nossa casa não tem televisão. Minto, vai. Tenho dois aparelhos de televisão. Um deles está no meu quarto e fora da tomada há meses, porque precisei do adaptador para outra coisa e nunca mais a liguei de volta. O outro está na sala enfeitando a estante e é usado uma vez por mês quando resolvo alugar um filme. Não vou negar que até gosto de algumas séries americanas, mas faz muito tempo que não vicio em nada. Então, hoje em dia, posso afirmar que na nossa casa não tem televisão.

É muito simples. É só não ligar. Meus filhos nem sabem quais são os canais infantis que temos no pacote de TV a cabo, que só mantenho porque era mais barato assinar um combo que assinar apenas a internet. Como não sabem o que existe e não conhecem a possibilidade de me pedir para ligar a televisão, eles nunca me pedem para ligar a televisão. Assistir televisão não é uma opção que eles conheçam. É claro que eles sabem o que é televisão, porque em geral ela está ligada na casa da vovó, do vovô, da bisavó. Ela só não é uma opção para passar o tempo enquanto estamos em casa.

Tá, já passamos por uma fase Galinha Pintadinha quando eles eram mais novos. Acho que ela já ficou ultrapassada, tadinha. Depois dela, nunca mais apareceram com ídolos em casa. Eu sei que eles conhecem os personagens dos desenhos, mas nunca mais tivemos programas de crianças na nossa televisão desde a aposentadoria da galinha em meados de 2013.

Tem suas desvantagens, né? Eu não consigo colocar um filme para eles e achar que eles vão ficar bem concentrados na sala me dando um pouco de paz. Não dura 5 minutos. Eu nunca arrisquei ir ao cinema, porque já consigo me imaginar passando vergonha.

Mas tem muito mais vantagens, vai? Quando estamos em casa, estamos sempre interagindo com alguma coisa: ou estamos brincando, ou estamos conversando, ou eles estão me ajudando (ou tentando me ajudar) com alguma coisa, ou eles estão brigando (o que não deixa de ser uma interação), ou eles estão entretidos com algum brinquedo de montar, de encaixar, de brincar de faz-de-conta. O que importa é que eles sempre sabem o que fazer para se distrair e se divertir.

E eles simplesmente não são impactados por nenhum tipo de publicidade infantil. Perto do aniversário de três anos, um colega me perguntou o que eles pediram de presente. Nada. Acho que eles nem sabem as opções que existem por aí.

E não é um super esforço. É só um hábito que temos. Somos assim, alienados mesmo.

Anúncios

3 pensamentos sobre “TV?

  1. Greice disse:

    Ai Ruri… como me identifico com teus posts… na minha casa a TV só serve para usar o netflix… também concordo que criança não tem que ficar o tempo inteiro na frente da televisão.

  2. Karla disse:

    Só de pensar em deixar minha futura filha (estou na fila da adoção) assistir aqueles Backyardigans insuportáveis me dá urticária!! Espero que ela goste de outros desenhos, pq esse aí é péssimo! Saudades dos desenhos anos 80, mil vezes melhores.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: