Não tem carro

– Mamãe, por que você não tem mais carro?

Impressionante, né? O Espírito Paulistano tá no sangue. A criaturinha não fez nem 4 anos e estranha o fato de a mãe não ter um carro. Vira e mexe um deles vem me perguntar por que não temos carro ou se vou comprar outro carro.

Filhos, não, não vou comprar outro carro. Não ter carro era uma coisa aspiracional, um desejo distante, que eu achava ser possível de realizar. Principalmente em São Paulo. Principalmente com duas crianças pequenas. Principalmente solteira. Mas eu consegui. Nós conseguimos! Uhu!

Morro de orgulho de mim mesma porque estou há 5 meses completinhos sem carro, vivendo sem carro, não desejando um carro, detestando a ideia de voltar a ter carro, feliz da vida porque eu sei viver sem carro.

Sabem o que acontece? Vamos lá:

  • Sabem o preço do combustível? Pois é, nem eu.
  • Sabem aquele motorista folgado que embicou o carro na vaga de estacionamento na sua frente enquanto você aguardava pacientemente? Nem eu.
  • Sabem aquele juquinha que te fechou e ainda xingou todas as suas gerações? Também não sei.
  • Sabem aquele trânsito infernal em dias/ horários totalmente improváveis? Eu desci do taxi ou do busão e andei livremente a pé.
  • Sabem aquele medo de alagamentos que a gente tinha na época em que ainda chovia nesta cidade? Tô longe disso.
  • Sabem IPVA, renovação do seguro do carro, revisão anual, inspeção veicular (ainda existe isso?), licenciamento, multas, manutenções? Credo.
  • Sabem frentista querendo trocar alguma coisa quando pede para “olhar a frente”? Como é que abre a frente do carro mesmo?
  • Sabem aquele vizinho que todo dia abre a porta na vaga ao lado e dá uma arranhadinha na sua porta? Passado.
  • Sabem o que é pagar R$ 50 para o manobrista ou para o estacionamento? Ha ha ha.
  • Sabem o que é chegar em um lugar no horário certo, não encontrar vaga para estacionar e se atrasar? Oi?

Toda vez que alguém me conta uma história envolvendo seu próprio carro (tipo essas aí em cima), eu fico muito aliviada. A vida é muito mais leve sem carro. Usamos metrô, ônibus, perua escolar, taxi e até já alugamos carro para viajar e tudo isso custa menos do que manter um carro. Dá menos dor de cabeça também. É tudo mais simples.

Filha, hoje você me perguntou se a mamãe não tem dinheiro para ter um carro. Não é por causa do dinheiro. Mamãe fez uma escolha, que foi usar nosso dinheiro para coisas que realmente nos deixam felizes. E carros não nos deixam felizes.

Anúncios
Etiquetado ,
%d blogueiros gostam disto: