Só tinha que ser com vocês

Eu nunca fui desesperada para ter filhos, mas sempre soube que teria. Não sou uma pessoa apaixonada por crianças, mas não via minha vida terminar sem filhos. Achava que teria filhos mais tarde, pra lá dos 40, para poder curtir a vida adoidado, e me surpreendi comigo mesma quando resolvi ser mãe 10 anos antes do plano original.

Aí tive filhos e me divorciei depois. Ouvi muitas vezes “poxa, que difícil, seria mais fácil se vocês não tivessem tido filhos”. Eu mesma cheguei a falar isso, confesso. Mas hoje acho que não. Apesar de “mãe solteira” nunca ter feito parte do meu planejamento estratégico, prefiro mil vezes ser uma divorciada com filhos que divorciada sem filhos.

Sabe por quê? Porque meu relógio biológico estaria apitando loucamente agora. Tenho certeza. E como convencer alguém a ir lá num fórum, passar por entrevistas e fazer psicóloga e assistente social acreditarem que está motivado para adotar é muito mais difícil, eu não estaria pensando em adotar: eu estaria pensando em reproduzir.

Se eu não tivesse filhos ainda, eu estaria aqui no sofá de casa com o Tinder aberto, jogando os “pregos” para a esquerda e os “bons reprodutores” para a direita. Eu ia ser uma doida com foco em procriar, não em dates. Eu ia ser insuportável e nunca mais na vida ia arranjar um namorado.

Obrigada, Ruth e Isaac. Vocês me fazem bem em tantas coisas, que nem podem imaginar.

Anúncios
Etiquetado , ,

2 pensamentos sobre “Só tinha que ser com vocês

  1. Mitie disse:

    Ruri, vou te falar: não sou mãe, nem sei se vou ser. MAs descobri seu blog pelo Lugar de Mulher e estou achando seu ponto de vista muito bacana (tanto é que são 4:40 e eu ainda estou lendo os posts! :))

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: