Suicídio

Eles estavam no parquinho e eu estava olhando de longe, sempre conferindo se os dois não tinham fugido de lá. Uma hora olhei rápido e vi meu filho carregando alguma coisa estranha e grande, mas não consegui entender o que era. Pedi pro moço ir até lá dar uma conferida, fiquei com preguiça de andar.

Dali a pouco volta uma criança gritando:

– Mamãe, eu não pulei, não pulei, não briga, não pulei. Juro que não pulei.

Vai vendo.

Isaac pegou um cesto de lixo enorme, algo como 1,5 vezes a altura dele, e colocou cuidadosamente ao lado do trepa-trepa. Subiu até o alto e de lá estava olhando pra baixo, ensaiando um pulo para dentro do cesto.

Isaac, você tem sorte por eu não ter visto a cena, porque só assim consigo rir dela. Se eu tivesse visto você em cima de um trepa-trepa se preparando para pular dentro de um cesto de lixo, eu teria te deixado de castigo dentro do cesto. Com a tampa fechada.

Peste. Onde fui ter filho tão encapetado, senhor?

Anúncios
Etiquetado
%d blogueiros gostam disto: