Livro: Retrato em branco e preto

Angelo Pereira conta sua história de adoção no livro “Retrato em branco e preto – manual prático para pais solteiros”. Ele era solteiro quando adotou o menino Pedro Paulo, então com um ano e quatro meses em 1997. Eu já tinha visto fotos mais recentes dos dois e Pedro Paulo já é um adolescente.

Angelo fala bastante sobre a vida dos dois depois que Pedro Paulo foi viver com ele. Conta a adaptação na vida e na rotina, sempre com muito humor. Adorei quando ele fala que aprendeu a fazer quase tudo (escovar os dentes, preparar o arroz) com apenas uma mão, pois o menino estava sempre querendo colo – e “engatado na cintura”. Ele também narra algumas situações com pessoas preconceituosas (foi uma adoção interracial) e as fases que Pedro Paulo tenta “testá-lo” com pirraças e desobediência. E aí ele diz uma frase ótima, mais ou menos assim (tentei achar de novo no livro, mas não sei em que capítulo foi): se ele está tentando me testar, ele vai passar um bom tempo no banquinho do castigo. Mas daqui de casa ele não vai embora nunca mais!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: