Adulto que mora com a mãe

Aqui em casa sempre rola um assunto que não sei de onde eles tiraram que é “mamãe, eu vou poder continuar morando com você quando eu for adulto?”. E eu acho cedo pra dizer que meu sonho de consumo é que eles entrem em uma faculdade acabando o colegial e se mudem para uma república, e nao é falta de amor, é um querer bem, que eles tenham o próprio canto, privacidade, responsabilidade, cuidem de uma casa, convivam com roommates etc. Mas é cedo e eu respondo:

– Claro que podem. Mas precisam continuar cuidando da nossa casa junto comigo, e cada vez que crescerem mais um pouquinho vão ganhar novas tarefas aqui, e quando ficarem adultos vamos dividir inclusive o aluguel – porque, né, aí já aproveito para falar sobre essa coisa de divisão de tarefas do lar.

Então as conversas são mais ou menos assim:

– Mamãe, eu vou ficar adulto e continuar morando com você e vou te dar meu dinheiro para você pagar as contas.

– Mamãe, quando eu for adulto e ainda morar com você eu vou cozinhar seu jantar e lavar sua roupa.

Só fofura. 

Mas aí vem ela, a própria:

– Mamãe, quando eu for adulta vou poder morar com você, né?

– Claro, amor.

– E se eu ficar grávida?

PUTAQUEOPARIU, RUTH! 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: